Viagem internacional: 5 dicas para viajar a trabalho em outro país

Viajar para o exterior pode ter desafios para os viajantes corporativos. Veja 5 dicas para te ajudar a ter uma viagem internacional mais tranquila. 

Viajar a trabalho para o exterior pode ser uma oportunidade bastante empolgante, mas também pode ser um desafio. Isso porque, além de visto e passaporte, a viagem internacional tem suas especificidades, como o idioma e a cultura local

Com isso em vista, para garantir uma viagem internacional produtiva e sem contratempos, é importante estar preparado e atento a diversos aspectos. Neste artigo, vamos explorar cinco dicas essenciais para que vai viajar a trabalho para o exterior.

1. Verifique os requisitos de documentação

Antes de embarcar na sua viagem internacional, é fundamental garantir que todos os seus documentos estejam em ordem. 

Isso inclui verificar se você possui um passaporte válido com um prazo depois da data prevista de embarque. Geralmente, é exigido que haja seis meses de validade restantes a partir da data da ida.

Por exemplo, se a viagem acontece em setembro de 2023, o passaporte deve estar válido até março de 2024. Mas essa validade pode variar conforme o país visitado, por isso, é importante verificar em cada consulado. 

Além disso, verifique se o país de destino exige um visto para brasileiros e inicie o processo de solicitação com antecedência, se necessário. 

Para se ter uma ideia da antecedência, segundo dados levantados pelo Estadão, em média, em 7 de julho de 2023, o tempo de espera pelo visto americano era de 251 dias no consulado em São Paulo e de 154 dias na unidade de Brasília.

Se parece muito tempo, imagine que três semanas antes do novo estudo, o tempo médio em SP chegava a 630 dias (sim, quase dois anos!). 

Vale lembrar ainda que, para viagem internacional que é a trabalho, geralmente é de responsabilidade da empresa arcar com os gastos de visto e passaporte, já que essa é uma despesa de viagem. Mas, a orientação é de conferir a política de viagens. 

2. Faça as malas com cuidado

A escolha do que levar na sua mala pode fazer toda a diferença em uma viagem de trabalho. 

Para tomar as melhores decisões, considere o clima do destino e a duração da estadia. Pesquise qual é o clima no país visitado durante a viagem e ainda pode ser interessante levar uma peça extra de calor e outra de frio para garantir. 

Também é importante planejar roupas adequadas para todas as ocasiões, desde reuniões de negócios até atividades de lazer ou uma tour pelos pontos turísticos no momento de folga.

Lembre-se de incluir adaptadores de energia e carregadores para seus dispositivos eletrônicos, já que cada país tem seu padrão de pinos de tomadas. Por exemplo, nos Estados Unidos o mais comum é o tipo A ou B, com pinos chatos. A tomada da Europa é o tipo C com dois pinos arredondados justapostos e, normalmente, não apresenta aterramento. Já no Brasil, o padrão é o tipo N, com três pinos redondos.

Também é básico conferir qual é o chip internacional a ser utilizado, garantindo a comunicação pessoal e profissional.

Fique de olho na restrição no volume de líquido permitido na mala em voos internacionais. Embale documentos importantes, como passaportes e contratos de trabalho – a recomendação é que você deve levá-los na bagagem de mão para garantir mais segurança durante a viagem. 

Tomada viagem internacional
Padrão de tomadas na Europa

3. Pesquise a cultura local

Conhecer a cultura local é fundamental para se adaptar rapidamente ao ambiente de trabalho e à vida cotidiana no exterior, mesmo que a viagem seja de curta duração. 

Pesquise sobre os costumes locais, etiqueta de negócios e práticas comuns. Isso não apenas ajuda a evitar mal-entendidos, mas também demonstra respeito pelo país anfitrião e é importante para uma viagem internacional. 

Por exemplo, nos Estados Unidos, é comum o pagamento de gorjeta ao garçom. As chamadas “tips” são quase obrigatórias e são um complemento para o salário dos profissionais que te atenderam. Por lá, não é visto com “bons olhos” quando não se dá a gorjeta. 

Questões como essas podem ser importantes para uma viagem de negócios e, por isso, vale separar um tempo para pesquisar mais sobre os hábitos e cultura de cada local. 

4. Tenha atenção ao idioma

Quando a viagem é para países que não tem o português como primeira língua, o idioma pode ser uma barreira a ser superada na viagem corporativa. Até mesmo em Portugal algumas palavras podem ter significados bastante diferentes daqueles usuais no Brasil. 

Se você não fala o idioma do país de destino, é básico aprender algumas frases diárias. Também é válido ter sempre à mão um aplicativo de tradução para te ajudar a lidar com situações inesperadas na sua viagem internacional. 

De forma geral, ter habilidades linguísticas ou contar com ajuda de colegas vai facilitar a comunicação e o entendimento durante reuniões e interações com colegas locais. Mesmo que você fale o idioma, mas não seja fluente, os nativos geralmente são pacientes com estrangeiros e vão te ajudar. 

viagem internacional
Viagem internacional exige atenção às regras de cada país

5. Fique de olho nas restrições locais

Cada país pode ter suas próprias normas e regulamentos. Devido a isso, o viajante deve estar atento às restrições alfandegárias, leis de trânsito e requisitos de seguro de saúde. Isso porque alguns países determinam que o seguro de saúde é obrigatório para a entrada no país. 

Na Europa, por exemplo, países que fazem parte do Espaço Schengen, como França, Alemanha e Itália, requerem uma cobertura mínima de € 30.000 para auxílio médico em caso de doença ou acidente durante a viagem.

Lembrando que, em relação à saúde, é essencial acompanhar as diretrizes de saúde e segurança relacionadas à Covid-19 e outras vacinas obrigatórias. Para quem vai precisar dirigir no exterior, cabe ficar de olho ainda nas regras da permissão internacional para dirigir (PID).

Por essas regras também, o viajante precisa se certificar que cumpre todas as obrigações fiscais relacionadas ao seu trabalho no exterior, se aplicável. Isso evitará problemas legais e garantirá uma experiência tranquila.

Viagem internacional mais tranquila

Em resumo, viajar a trabalho para o exterior é uma ótima oportunidade de fechar negócios importantes, mas o viajante precisa estar devidamente preparado! Com as nossas dicas, fica muito mais simples se preparar para uma viagem internacional. 

Assine nossa newsletter e fique por dentro de tudo que envolve o mercado de viagens corporativas.

newsletter

 

Compartilhe esse conteúdo
Elaine Maciel
Elaine Maciel

Elaine é comunicóloga pela UFSJ e embarcou no desafio de fazer parte do time de comunicação e marketing da Onfly como Analista de Conteúdo. Para conversar com ela, basta enviar um e-mail para elaine.maciel@onfly.com.br!