Por que analisar padrão de consumo dos viajantes da sua empresa te ajuda a economizar?

Conheça as vantagens de ter definido o padrão de consumo dos viajantes da sua empresa

Para muitas empresas, os diferentes tipos de viagens corporativas fazem parte do dia a dia dos colaboradores, facilitando o maior contato com clientes e parceiros, possibilitando participar de eventos corporativos e outras atividades.

Assim, com o histórico das viagens realizadas, bem como o padrão de consumo dos viajantes, a empresa consegue ter uma visão mais ampla sobre os hábitos de consumo dos colaboradores e pode mapear novas oportunidades de economia.

Além de ter uma estratégia de consumo mais consciente e econômica, as organizações conseguem administrar melhor as despesas, inclusive em casos de imprevistos, para uma melhor sustentabilidade financeira.

Nesse conteúdo, separamos os benefícios de ter o padrão de consumo dos viajantes definido e como ele pode ser identificado.

O que é padrão de consumo?

O padrão de consumo refere-se à maneira como as pessoas se comportam na aquisição de novos produtos e serviços. Esse padrão abrange várias etapas, como a forma que o produto é percebido e desejado pelas pessoas, a tomada de decisão, as condições da compra, a frequência com que ela é feita, através de quais plataformas e outros elementos.

Por exemplo, no mundo das viagens corporativas, o padrão de consumo dos viajantes abarca os destinos mais escolhidos, a plataforma e o período do dia em que é feita a compra e até qual o período do ano mais escolhido para realizar as viagens. Outro exemplo de padrão de consumo são as tendências de sustentabilidade que impactam na decisão de compra. 

Fatores como os recursos tecnológicos, acontecimentos da natureza, como o clima, e até a forma que a compra é feita podem impactar no padrão de consumo. Dessa forma, compreender o padrão de compra é crucial para que a empresa mapeei como o ambiente e os seus consumidores alteram a forma de aquisição

Além da economia de recursos, essa gestão prepara a empresa para imprevistos. Em caso do padrão de consumo dos viajantes, eles dizem respeito ao adiamento da passagem, gastos extras em alguma viagem e outros. Assim, ao mapear o perfil e identificar os problemas que acontecem com frequência, seja para algum destino em específico ou acerca das despesas, a empresa pode direcionar esforços para resolução desses empecilhos.

Importância da análise de despesas para definir o perfil do viajante

A análise de despesas é usada para que as empresas tenham uma dimensão macro acerca das despesas corporativas que estão sendo realizadas, incluindo valores fixos, variáveis e outras classificações. Ter um registro contábil das atividades auxilia no planejamento e no desenvolvimento das operações da empresa.

Sob a ótica das viagens corporativas, a análise das despesas é crucial para a saúde financeira da empresa, permitindo ao gestor de viagens ter mais facilidade no estabelecimento da política de viagens, além de um maior conhecimento sobre a rentabilidade da empresa e do desempenho das atividades nela desenvolvidas. 

padrao-de-consumo-dos-viajantes
As despesas empresariais são cruciais para a saúde financeira da empresa. E ter uma gestão de despesas otimiza o trabalho dos gestores durante as viagens a trabalho

Por exemplo, ao realizar um planejamento da viagem corporativa, o gestor consegue comparar preços de passagens aéreas, fazer uma estimativa de alimentação e transporte e buscar pela melhor localização de hospedagem, próximo ao compromisso. Com esse planejamento, além de proporcionar a redução de cursos, há o aumento das possibilidades de realizar parceiras, buscando os melhores preços para a viagem. 

Outra etapa estratégica da gestão de despesas é mapear o padrão de consumo dos viajantes da empresa, como forma de economizar durante as viagens a trabalho, além de permitir a personalização das regras de viagem. Com o perfil de viajante estabelecido, o gestor também pode saber quais os períodos do ano ou os destinos com maior número de viagens, as preferências dos colaboradores e outras variáveis.

Como identificar o padrão de consumo dos viajantes?

Para mapeamento do padrão de consumo dos viajantes, é importante estar atento a algumas variáveis, como os destinos mais frequentes, o volume de gastos e transações, a preferência dos colaboradores, seja em restaurantes e hoteis, por exemplo, períodos do ano em que a empresa mais realiza as viagens e localização das sedes e filiais da empresa.

Além disso, dente os principais gastos diários da viagem, têm-se:

  • passagens aéreas;
  • alimentação;
  • hospedagem;
  • transporte (ônibus, carro de aplicativo, bicicletas e outros meios)
  • ingressos para feiras e eventos. 

Ao analisar os padrões de compra das despesas, é possível gerar alguns insights e tornar as viagens corporativas mais econômicas. Por exemplo, ao perceber que há um padrão de consumo, em que os colaboradores tem preferência por alguns restaurantes ou até preferência em hospedagem, a empresa pode fazer uma parceria com o estabelecimento, de forma a ter algum desconto para o colaborador, durante a viagem.

Ou até, ao mapear que há um destino muito frequentado pelos colaboradores, a empresa pode organizar o trajeto de forma que o deslocamento seja compartilhado entre colaboradores, como do aeroporto para o hotel, ou do hotel para o evento corporativo, de forma a economizar nesse trajeto.

Assim, uma plataforma de ponta a ponta garante uma gestão efetiva das viagens a trabalho, como a digitalização dos processos, ferramenta de comparação de preços e geração de relatórios. Na Onfly, outra vantagem da plataforma é o acompanhamento das despesas durante a viagem, permitindo a definição do padrão de consumo dos viajantes e otimizando o trabalho dos gestores.
Para conhecer mais sobre como tornar a gestão da viagem mais econômica, entre em contato com um especialista!

viagem a trabalho
Compartilhe esse conteúdo
Maria Eduarda Carvalho
Maria Eduarda Carvalho

Maria Eduarda é jornalista, com formação complementar em Letras, pela UFMG. Ela atua como Analista de Conteúdo da Onfly e, para entrar em contato, basta enviar um e-mail para maria.silva@onfly.com.br!