15 dicas e travel hacks para sua viagem a trabalho

Viajar é algo que todos amamos, com alguns truques e dicas, nossa experiência é elevada a outro patamar. Nesse artigo, a Onfly reuniu os melhores truques e travel hacks dos viajantes a trabalho frequentes, especialistas e profissionais de viagem para você descansar e aumentar a sua produtividade

Viajar é mudar os ares, dar espaço ao diferente e vivenciar coisas novas. Mas, àqueles que a estrada faz parte da rotina, alguns truques são essenciais para não permitir que essas experiências percam seu encanto, essas dicas de viagem são chamadas de travel hacks.

Um estudo conduzido pelo especialista Andrew Oswald, da Universidade de Warwick, do Reino Unido, apontou que empregados felizes são 12% mais produtivos. Os viajantes a negócios não são exceção a essa regra.

A produtividade desses profissionais está diretamente relacionada à qualidade dos serviços e à otimização do tempo, que, sem dúvidas, vale ouro. Ao alinhar inteligência e suavidade, o resultado é o mais puro e refinado bleisure.

Mas, o que é  bleisure?

Esse termo provém da união das palavras negócios e lazer em inglês: business e leisure, e traz um novo significado ao planejamento de viagens corporativas, para que não sejam cansativas, o que prejudica sua produtividade.

Segundo o site Travel Weekly, a Global Business Travel Association reportou que 79% dos viajantes entrevistados em sua pesquisa afirmaram que suas experiências durante viagens a trabalho impactam até mesmo sua satisfação geral com o cargo que exercem.

É claro que cumprir os objetivos e as metas estabelecidos é a parte mais importante, mas existem uma série de atividades e pequenos comportamentos que podem tornar o trabalho mais prazeroso, contribuindo inclusive para que seja bem-sucedido.

Porém, mesmo que você não se sinta a vontade para incluir alguns dias de férias no seu roteiro, o ideal é não torná-lo super atarefado e prevenir contratempos. Portanto, anote nossas dicas e travel hacks para usar antes, durante e após suas viagens a trabalho.

1. Torne o deslocamento um momento “para você”

A preocupação para que tudo saia perfeito durante as visitas aos clientes e fornecedores pode fazer com que você acredite ser mais efetivo trabalhar durante o voo ou enquanto na estrada, mas isso não é verdade.

Use esse tempo para “se desligar” dos afazeres, retomando aquela série que você não assiste há muito tempo ou aquele livro que você ainda não terminou. Escutar uma playlist especial para a viagem a trabalho pode ser também uma ótima estratégia para evitar um burnout

Siga a Playlist de viagens a trabalho da Onfly no Spotify

2. Use e abuse dos aplicativos de viagem

Hoje, o que não faltam são aplicativos para tornar qualquer viagem mais conveniente. 

Flight Board é um app útil tanto aos novatos quanto para aqueles que já conhecem a estrutura dos principais aeroportos como a palma das mãos, pois é muito comum que um voo tenha o seu portão alterado enquanto aguarda na sala de embarque.

Além disso, claro, não é possível manter uma conexão de Wi-fi enquanto está explorando uma nova cidade e para poupar seu pacote de dados, indicamos o uso do Google Maps para download prévio do mapa das regiões que pretende visitar. Confira como funciona.

3. Compre uma mala de quatro rodas ou spinner

Se você acha que isso é um mero detalhe, é por que você nunca utilizou uma mala como essa. Trocando sua mala atual por uma com quatro rodinhas você não vai mais sentir a pressão adicional do peso no seu braço, o que para viajantes frequentes pode tornar-se um problema crônico.

Além de mais confortáveis ao corpo, uma mala spinner faz com que você gaste menos da sua paciência com problemas referentes à bagagem ultrapassada, focando no trabalho ou no prazer de estar fora do escritório por alguns dias.

Na onda da economia colaborativa, já existem empresas que oferecem opções de aluguel de malas. As vezes fica mais barato do que comprar uma novinha.

4. Confira a previsão do tempo do destino

Dark Sky é uma ótima opção para conferir a cada hora como está o clima da região de destino. Ninguém merece sair do aeroporto sem um guarda-chuva ou ser surpreendido pela possibilidade do voo ser cancelado sem nenhum passatempo na mochila.

Por mais que você possa se manter atualizado em tempo real, acessando sites de notícia e aplicativos específicos, não é possível montar uma mala organizada sem saber exatamente quais peças levar.

Ao invés de colocar o guarda-roupa inteiro se prevenindo de qualquer “e, se?”, faça uma breve pesquisa, separe 85% do espaço para as roupas, sapatos e acessórios que correspondem ao tempo previsto e preencha o restante do espaço com as exceções.

5. Nunca pague por água no aeroporto

Em Guarulhos, por exemplo, uma garrafa de água de 500 ml chega a ser vendida por R$9 e acredito que qualquer pessoa ficará feliz ao lembrar-se disso sempre que estiver organizando a mochila ou mala de mão antes de viajar.

Leve uma garrafa d’água vazia. No raio-x não pode líquido, então leve uma vazia e peça o comissário para encher.

Brincadeiras a parte, é senso comum que os preços são mais elevados não apenas nos aeroportos, mas em rodoviárias também, portanto, reserve um tempo para preparar alguns lanches, de preferência saudáveis, e leve uma garrafa d’água vazia para encher no próprio aeroporto. Se o seu voo seja internacional, você pode encontrar problemas no raio-x caso sua garrafa esteja cheia, nesse caso, peça ao comissário de bordo para enche-la.

6.  Desfaça as malas assim que chegar da viagem

No hotel ou Airbnb, não retire das malas, mochilas e necessaire mais do que aquilo que realmente será utilizado em cada ocasião, para que você não perca tempo tentando organizar tudo de novo para a viagem de volta.

Mas, uma vez em casa, desfaça suas malas o mais rápido possível para que isso não se tone uma tarefa eternamente “por fazer”. Alguns itens levados são aqueles de uso rotineiro e você não vai querer chegar ao trabalho percebendo que esqueceu um objeto importante porque ainda está fora do lugar.

7. Crie espaço para explorar o destino

A dica é do vice-presidente da Screenvision Media, Christine Martino, “Quando estiver viajando a trabalho, certifique-se de experimentar ao menos uma coisa única na cidade. Faça uma caminhada de 30 minutos no parque ou coloque os pés na areia da praia, algo que será uma pausa para você apreciar o tempo longe de casa”.

A melhor forma de se preparar para uma importante reunião pode muitas vezes ser descansar e recarregar as energias para o dia seguinte.

bleisure
A prática do bleisure vêm se tornando cada vez mais uma realidade entre os millenials

8. Proteja seus carregadores e fones de ouvido

Ficar sem música ou sem bateria pode ser uma dor de cabeça para muitas pessoas e se você é uma delas é importante seguir essa dica a risca. Utilize cases, estojos ou até pequenos fios de barbante para armazenar seu carregador e fone de ouvido adequadamente.

Outra excelente dica é sempre ter um carregador power bank portátil para que a bateria do celular nunca te deixe na mão.

9. Tenha um seguro para sua viagem

Essa vai para aquele viajante a trabalho que também viaja a lazer e sempre reluta em fazer um seguro. Poucos imprevistos são mais desagradáveis do que ter todas as suas bagagens extraviadas, pois além da possibilidade de perder pertences irreparáveis, solucionar esse problema demanda muito tempo e energia.

Contratar um seguro é tudo que você precisa para evitar burocracias desnecessárias e ser ressarcido do valor dos itens perdidos. Além de ajudar com esse problema, existem seguros viagem com ampla cobertura médica.

10. Conheça moradores locais

Especialmente aos adeptos do bleisure, sair para se divertir e conhecer pessoas novas pode ser a parte mais especial de uma viagem, afinal, não há melhor guia turístico do que um morador apaixonado por sua cidade.

Através da tecnologia ou mesmo seguindo técnicas antigas como iniciar uma conversa sobre o tempo em uma cafeteria, você pode fazer novos amigos e até conseguir oportunidades de negócios ao menos se esforçar para isso.

11. Consiga o melhor cartão de crédito para acumular pontos e milhas

Hoje, as políticas de milhas não são tão atrativas quanto antigamente, mas para quem ainda viaja muito pode valer a pena buscar as melhores opções de cartão de crédito no mercado para esse fim.

Mesmo recebendo o reembolso da empresa pelos gastos realizados durante a viagem, os pontos ainda assim ficam acumulados no nome do titular da conta. Outra ótima ideia é utilizar cartões de crédito que oferecem condições de cashback para a empresa.

12. Crie um checklist com as coisas que não podem faltar na sua mala

Viajar e esquecer alguma coisa para trás já é ruim em uma viagem a lazer, agora imagina se isso acontece em uma viagem a trabalho? Os impactos e consequências podem ser muito maiores se você se esquecer de um pen drive com uma apresentação ou documento do seu cliente.

Uma dica valiosa é criar uma lista de todos os seus pertences e artigos imprescindíveis para sua viagem e que você não pode se esquecer de maneira alguma. Faça esse checklist antes de arrumar a sua bagagem e previna-se de esquecer suas coisas mais importantes para sua viagem de negócios.

13. Travel hacks dos melhores assentos no avião

Escolher as primeiras fileiras vale a pena se você quer desembarcar primeiro mas também te da preferência na hora da refeição. Você sempre terá todas as opções do menu.

refeição de bordo
Uma ótima dica, Ao fazer a sua reserva, algumas empresas oferecem refeições especiais (diabética, vegana, vegetaria, sem lactose).

Geralmente esses assentos são os mais disputados. Então caso você viaje com mais algum colega de trabalho ou junto a algum cliente, dê preferência aos assentos da janela e do corredor. Geralmente, as pessoas tendem a não escolherem os assentos do meio quando os outros dois assentos da ponta já estão ocupados, portanto, a chance dele ir vazio é maior.

Quando você ouvir ‘tripulação check de portas’, significa que todos os passageiros embarcaram. Nessa hora você pode mudar de assento pra qualquer um que você achar livre, principalmente em voos domésticos no Brasil, onde já não é mais possível escolher  os assentos  (exceto os que são necessários pagar uma taxa extra).

A turbulência afeta mais a parte de trás do avião do que na frente. Se o sacolejo te incomoda ou te dá medo, escolha poltronas nas primeiras fileiras.

14. Dica para você ganhar um upgrade

Sempre se cadastre nos programas de fidelidade das cias aéreas. Mesmo que você não voe muito, em voos com overbooking as pessoas afiliadas são sempre as primeiras a ganharem upgrade. Além do mais, geralmente as pessoas que pagaram as tarifas mais caras do voo, tendem a ter prioridade.

Acredite ou não, a companhia aérea leva em consideração a roupa que você está utilizando para ganhar um upgrade, portanto dê “aquele up” no visual e no estilo ao viajar.

15. Travel Hack para sua saúde em uma viagem

Evite viajar se estiver gripado ou com o nariz entupido, mas caso seja necessário, faça de tudo para desentupir antes de voar. Isso pode causar barotrauma, que é quando seus ouvidos bloqueiam a ponto de machucar. Em casos extremos pessoas ficam surdas!

“Além de nariz entupido, não viaje com: – obturação/canal recém feito: o ar dentro do dente vai expandir e te causar muita dor – pontos: o sangramento vai intensificar – depois de fazer mergulho (profundo): a diferença entre pressão pode te dar complicações.” Gabriel Santos, Comissário de bordo da Emirates Airlines

Cuidado ao beber álcool a bordo. Os efeitos das bebidas alcoólicas se intensificam nas alturas e você também pode ficar desidratado de forma mais fácil, além do mais, quando você voa é comum ficar inchado. Para diminuir esses efeitos colaterais, evite alimentos com leite ou refrigerante. Prefira comidas mais leves e água.

Lembrou de mais alguma dica para viagens corporativas? Comente ela aqui nos comentários

Compartilhe esse conteúdo
Imagem padrão
Time Onfly

Quer entrar em contato conosco? Mande um e-mail para: marketing@onfly.com.br

Deixar uma resposta