Como a tecnologia está ajudando empresas a reduzir as emissões de carbono

Hoje em dia, as empresas estão buscando maneiras de reduzir suas emissões de carbono e minimizar seu impacto negativo no meio ambiente. Isso acontece tanto pela preocupação ambiental, quanto pela influência de ações mais sustentáveis para atrair clientes e investidores. 

Para ajudar nesse processo, a tecnologia desempenha um papel crucial, permitindo que as organizações monitorem com mais facilidade e até mesmo controlem suas emissões de gases poluentes, como o gás carbono (CO₂). 

Até mesmo o uso de plataformas tech de viagens corporativas podem fornecer informações importantes sobre a emissão de carbono dos voos no momento da reserva. 

A seguir, tratamos mais a fundo de como a tecnologia está ajudando empresas a reduzir as emissões de carbono. Confira!

A importância da redução de emissões de carbono

Antes de mais nada, é importante entender por que as empresas estão tão empenhadas em reduzir as emissões de carbono. 

As mudanças climáticas e a poluição ambiental afetam os negócios e, claro, o nosso planeta. Por isso, existe uma pressão por parte dos consumidores, além de regulamentações governamentais, para as empresas reconsiderarem suas práticas e buscarem maneiras mais “verdes” e sustentáveis de operar.

Atualmente, uma das principais causas do aquecimento global são as emissões de carbono, que são provenientes principalmente da queima de combustíveis fósseis. 

Portanto, reduzir as emissões de gases poluentes — também conhecidas como pegada de carbono — é essencial para diminuir os impactos negativos das mudanças climáticas. 

Ademais, as empresas estão percebendo que a sustentabilidade não é apenas uma responsabilidade social, mas também uma vantagem competitiva. 

Os consumidores estão mais propensos a apoiar empresas ecologicamente responsáveis (segundo pesquisa encomendada pela Apas, 95% dos brasileiros preferem empresas sustentáveis) e muitos investidores consideram o ESG (sigla para governança ambiental, social e corporativa) das empresas para definirem quem serão seus parceiros.

Tecnologia para o monitoramento da pegada de carbono

Com isto em vista, fica muito mais simples entender porque a emissão de carbono deve ser monitorada e controlada pelas empresas que querem se manter relevantes no mercado.

E, para colocar isso em prática, a tecnologia desempenha um papel essencial. 

Plataformas e softwares permitem que as empresas coletem e analisem dados sobre suas operações para calcular sua pegada de carbono e desenvolver estratégias para reduzi-la, dentre elas a plataforma de gestão de viagens e de despesas corporativas.

Entenda como! 

Viagens corporativas e seu impacto na sustentabilidade

Até os deslocamentos das viagens corporativas fazem parte da lista de atividades que fazem parte da pegada de carbono das empresas. 

Por isso, viagens mais sustentáveis têm sido pauta de diversos debates e estudos. Uma das pesquisas mais recentes sobre o tema foi desenvolvida pela BCD Travel, em julho de 2023. 

Conforme o levantamento, 2/3 dos compradores de viagens avaliam o meio ambiente e as viagens sustentáveis ​​como “muito importantes”. 

Mas, apesar disso, o desafio tem sido colocar essa postura “verde” em prática. O mesmo estudo mostrou que, embora mais de metade dos viajantes estejam dispostos a realizar menos viagens de negócios e focar em deslocamentos mais longos, apenas 30% estão dispostos a pagar mais por opções de viagem sustentáveis.

Detalhadamente, 39% dos viajantes afirmou que ficaria feliz em pegar um voo em classe econômica a fim de reduzir as emissões; 36% não se importaria em gastar mais tempo para chegar a um destino se o impacto das emissões foi menor; e 30% estaria disposto a pagar mais pela viagem para incluir uma compensação de emissões de carbono ou por uma passagem mais sustentável. 

Já sobre as motivações para viagens sustentáveis, além de cuidar do meio ambiente, 40% dos viajantes consideram as metas de sustentabilidade da empresa, economia financeira e apoio às comunidades como principais razões para escolher uma viagem mais “verde”.

diminuir emissões de carbono em voos
Emissão de carbono em voos fazem parte da pegada de carbono das empresas

Plataformas de viagens corporativas para a redução de emissões de carbono

Apesar de bastante relevante que os viajantes corporativos saibam do impacto das suas viagens, a pesquisa da BCD Travel mostrou que 4 em cada 10 não tem acesso aos dados sobre emissões de carbono decorrentes das suas viagens de negócios.

As emissões de carbono dos voos foram consideradas as mais “fáceis” de serem acessadas pelos viajantes, mas mesmo assim o número ainda é totalmente restrito: só 3 em cada 10 viajantes disseram que têm acesso a esses dados.

acesso dos viajantes aos dados de emissões de carbono
Pesquisa mostra que acesso dos viajantes às informações de pegada de carbono é muito restrito

Por isso mesmo, visando contribuir para a redução da emissão de carbono durante as viagens corporativas, as plataformas de viagens corporativas podem oferecer informações sobre a emissão de carbono dos voos.

A solução all-in-one da Onfly, por exemplo, fornece aos viajantes de negócios informações sobre a emissão de carbono de cada voo disponível no momento da reserva, com base no cálculo feito pelo Google Flights.

Isso permite que as empresas e seus colaborares tomem decisões mais conscientes em relação às viagens, escolhendo as opções com menor impacto ambiental.

A integração de informações sobre a emissão de carbono dos voos nas plataformas de viagens corporativas oferece várias vantagens para as empresas. 

Uma delas é a facilidade de acesso a essas informações. Não é preciso acessar nenhum outro site ou plataforma, já que a quantidade da emissão de carbono estimada será informada na hora da reserva. 

Também é possível ter um controle maior por meio de relatórios que indicam a emissão total no mês; centro de custo com maior emissão e grupo de colaboradores com maior emissão de CO₂.

Além disso, a redução das emissões de carbono também pode resulta em economia. Como os voos com menor pegada de carbono costumam mais eficientes, isso pode diminuir os custos operacionais das empresas. 

Outras formas de reduzir a emissão de carbono nas viagens corporativas

Além de escolher voos com menor emissão de carbono, outras ações da empresa podem contribuir para diminuir a pegada de carbono, como: 

  • Aluguel de veículos elétricos ou híbridos;
  • Escolher acomodações ecológicas;
  • Optar por transporte público em vez de táxi (também vale dividir o táxi ou carro de aplicativo entre os colaboradores;
  • Atividades sustentáveis ​​como parte da agenda de eventos corporativos;
  • Aluguel de veículos compactos com baixo consumo de combustível;
  • Classe econômica em vez de executiva, se possível;
  • Combinar vários compromissos em uma estadia mais longa;
  • Compartilhando transporte com outros colaboradores. 

Para colocar em prática um itinerário mais sustentável, organizando as agendas e horários de voos para compartilhar o carro, por exemplo, a plataforma de gestão de viagens também é aliada, porque permite que os colaboradores selecionem o mesmo horário de voo e a mesma acomodação, na política de viagens. 

Como a sua empresa tem contribuído para diminuir a emissão de gases poluentes? Compartilhe sua opinião nos nossos comentários!

newsletter
Compartilhe esse conteúdo
Elaine Maciel
Elaine Maciel

Elaine é comunicóloga pela UFSJ e embarcou no desafio de fazer parte do time de comunicação e marketing da Onfly como Analista de Conteúdo. Para conversar com ela, basta enviar um e-mail para elaine.maciel@onfly.com.br!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *