Retrospectiva dos maiores M&As no mercado de Viagens em 2021

Veja a lista de alguns movimentos de fusões e aquisições que aconteceram no mercado de turismo em 2021

Hey!

2021 foi um ano quente para o turismo no mundo, após um hiato de 12 meses causado pela pandemia, o segmento voltou forte, com um novo líder (Airbnb), e uma injeção absurda de capital!

A propósito,  ainda existe uma ressaca em alguns segmentos como eventos corporativos e cruzeiros, que devem explodir em 2022.

O ano foi repleto de movimentos de fusões e aquisições (M&A) em vários setores: viagens corporativas, mobilidade, hospitalidade, lazer e OTAs,  sem contar várias empresas indo pra bolsa através de SPACs específicos (Getty, Amex GBT,  Mondee e  Vacasa), dando liquidez para founders e investidores de risco.

Vale lembrar, que uma das principais características das empresas mais valiosos do mundo, é sua capacidade de adquirir outras empresas, Booking por exemplo adquiriu 11 empresas em toda sua história, e  Google, pasmém,  fez 249 aquisições em 23 anos.

Listo aqui 18 principais movimentos de M&As realizados em diversos segmentos do turismo no Brasil e no mundo, com um destaque, para a grande aquisição da Flytour pela Belvitur aqui no Brasil, formando a Befly,  candidata a líder do segmento nos próximos 5 anos.

Vamos lá?

1 – Pros adquire EveryMundo

A Pros é uma empresa de software SAAS, de capital aberto em Nasdaq, adquiriu a EveryMundo, empresa especializada em ajudar companhias aéreas a vender direto, detentora de uma série de tecnologias proprietárias

valor da transação: U$ 80M
país:
EUA
segmento:
Tecnologias para Turismo
Quando: 30/Novembro/2021

2 – Priceline adquire Flyiin

A Priceline, empresa pertencente a Booking Holdings, empresa avaliada em U$ 97B em Nasdaq, adquiriu a startup alemã Flyiin, especializada em tecnologia para distribuição de vendas de passagens aéreas, uma espécie de próxima geração dos GDS  globais (que as companhias aéreas, gostem, pelo menos).

A aquisição parece mais um “acqui-hiring”, quando a empresa compra o time de talentos da startup, e tem a proposta de melhorar a distribuição aérea da Priceline (e provavelmente de toda Booking Holdings)

valor da transação: não informado
país:
Alemanha
segmento:
Tecnologias para Turismo
Quando: 10/maio/2021

3 – FlixMobility adquire Greyhound

A Flixbus, uma startup alemã que tem um modelo semelhante ao “Buser”, anunciou a compra da Greyhound, uma empresa de viação americana, com forte atuação em várias cidades.

A tese da aquisição é a entrada da FlixBus no mercado americano.

Será que vem aquisição da FlixBus aqui no Brasil?

valor da transação: $46M
país:
EUA
segmento: Transporte Rodoviário

Quando: 21/outubro/2021

4 – Hotelplanner e Reservations.com anunciam fusão

Hotelplanner e Reservations.com, duas OTAs especializadas em hotelaria, e uma das poucas que ainda não estão no guarda-chuva do duopólio Booking ou da Expedia, anunciaram fusão para se tornar uma empresa pública em breve, via SPAC.

Somadas, as duas operações avaliam a nova empresa em aproximadamente U$ 567M.

valor da transação:U$ 567M (nova empresa combinada)
país:
EUA
segmento:
OTAs
Quando: 10/agosto/2021

5 – EasyMyTrip adquire Traviate

EasyMyTrip é uma OTA indiana, segunda em volume transacionado (atrás apenas da MakeMyTrip), anunciou a aquisição da Traviate, uma plataforma de distribuição B2B.

valor da transação: não informado
país:
Índia
segmento:
OTAs
Quando: 02/agosto/2021

6 – Yanolja adquire Dable

A Yanolja, OTA koreana, que recentemente recebeu um cheque de U$ 1.7B da Softbank, e talvez uma das mais sexys do momento, anunciou a compra da Dable,  uma espécie de plataforma de DSP que utiliza algoritmos sofisticados para conectar anunciantes e produtores de conteúdo.

A Yanolja, junto com a Hopper ja sacou que quem mais ganha dinheiro no mercado de travel online é o Google, e estão buscando ativos  que permitam gerar tráfego sem pagar o pedágio para gigante de Mountain View.

valor da transação: não informado
país:
Índia
segmento:
OTAs
Quando: 17/12/2021

7 – Klarna adquire Inspirock

A Klarna é uma fintech que apresentou o crediário para os gringos, o conceito de “buy now, pay later” nunca teve tão quente lá fora, a empresa já é avaliada em U$ 45B, e anunciou a compra da Inspirock, uma OTA focada em viagens mais premium.

A tese da compra é a mesma da Koin pela Decolar.com, capturar um volume transacionado gigante que passa pelo turismo, e de quebra, vender crédito.

valor da transação: não informado
país:
EUA
segmento:
Payments
Quando: 25/10/2021

8 – CTM adquire HelloWord Travel

Esta aquisição é recente, e ajuda empilhar mais receita para a Australiana CTM, que hoje está na quarta colocação de TMC global,   com a aquisição da HelloWord, a CTM adiciona um TTV de U$ 3B pro-forma 2019.

valor da transação:$124.9M
país:
Austrália
segmento:
TMC
Quando: 15/12/2021

9 – Vacasa adquire Turnkey Vacation Rentals

Empresa de locação de casas e apartamentos Vacasa anuncia a compra da Turnkey, por U$ 619M, o mercado de locação de casas de lazer para temporada está bastante aquecido

valor da transação:$619M
país:
EUA
segmento:
Hospitalidade
Quando: 30/11/2021

10 – Airasia adquire Gojek

Airasia sacou rápido que uma companhia aérea depender só de venda de assentos em avião é furada (Lufthansa e Jetblue também já sacaram), em um movimento inusitado, anunciou a compra da Gojek, uma espécie de “super app” tailandês. O plano é acelerar o SuperApp da Airasia.

valor da transação:$50M
país:
Tailândia
segmento:
Commpanhia Aérea
Quando: 08/07/2021

11 – Booking adquire Getroom

De olho no mercado B2B de distribuição hoteleira, hoje dominada majoritariamente pela Expedia, o Booking desembolsou um cheque de $1.2B para levar a Getroom, empilhando aproximadamente U$ 1B em GMV para a empresa

valor da transação:$1.2B
país:
EUA
segmento:
OTA
Quando: 12/11/2021

12 – Booking adquire Etraveli Group

Poucos dias depois de comprar a Getroom, Booking anunciou a compra da Etraveli, dona de marcas conhecidas como Mytryp e GoToGate, por €$ 1.63B.

Em duas semanas, foram quase U$ 3B em aquisições.

valor da transação: €$1.63B
país:
EUA
segmento:
OTA
Quando: 23/11/2021

13 – CapitalOne adquire Lola

Lola.com, uma plataforma de viagens e despesas, que levantou U$ 86M em capital de risco, anunciou a venda da empresa para a CapitalOne, em um claro movimento de mudança da empresa, para o segmento de gestão de despesas.

Lá fora, a tese: “travel, payments e expense” tem convergido cada vez mais.

valor da transação: não revelado
país:
EUA
segmento:
Viagens Corporativas
Quando: 11/10/2021

14 – Amex GBT adquire Egencia

No início deste ano a Expedia anunciou a venda da sua operação de business travel Egencia para a gigante Amex GBT, o negócio consolida a Amex GBT como líder global de viagens corporativas e adiciona U$ 8B de TTV pró-forma 2019 para a companhia, além de competências fortes de tecnologia.

Essencialmente a venda envolveu troca de ações, com a Expedia sendo sócia de 14% da Amex GBT.

valor da transação: U$ 750M
país:
Estados Unidos
segmento: Viagens Corporativas
Quando: 04/05/2021

15 – US Bank compra Travelbank

Em mais um movimento de convergência de banco e e “expense management”, a US Bank anunciou a compra da plataforma all-in-one de Gestão de Viagens e Despesas Travelbank por U$ 200M aproximadamente.

valor da transação: U$ 200M
país:
Estados Unidos
segmento: Viagens Corporativas e Gestão de despesas
Quando: 16/11/2021

16 – Tripactions compra Reed & Mackay

Em um movimento interessante, onde um insurgente de tecnologia, de “apenas” 6 anos, munido de capital barato, compra uma empresa tradicional com mais de 50 anos de existência, com a intenção de adicionar competências para seu modelo de distribuição, além de grandes clientes.

A Tripactions, plataforma “all-in-one” de gestão de viagens e despesas,  comprou a tradicionalíssima Reed & Mackay em maio deste ano

valor da transação: não revelado
país:
Estados Unidos
segmento: Viagens Corporativas e Gestão de despesas
Quando: 05/05/2021

17 – Travelperk compra Clicktravel

Ainda no segmento de business travel, a Travelperk anunciou a compra da Clicktravel, líder no mercado doméstico de business travel da Inglaterra, com mais de 2mil clientes .

valor da transação: não revelado
país:
Inglaterra
segmento: Viagens Corporativas
Quando: 06/07/2021

18 – Belvitur compra Flytour

Finalmente um deal tupiniquin no artigo 😉

A mineira Belvitur comprou a gigante Flytour em setembro deste ano, que em 2019 atingiu um volume de vendas aproximado de R$ 6,2B e estava publicamente em um processo de recuperação extra-judicial.

A Belvitur, inclusive, fez outras aquisições em 2021, de empresas de tecnologia, menores, com o objetivo de desenvolver um ecossistema em torno da sua nova “holding”, chamada BeFly.

Vale lembrar, o pioneirismo e a visão de futuro de Marcelo Cohen, empreendedor por trás da Belvitur, hoje está na moda empresas de vários segmentos comprarem empresas de tecnologia para fortalecer a estratégia de transformação digital e criar vantagens competitivas, como fez a Alpargatas com a Ioasys e a Boticário com a GAVB (além de várias outras, como Itaú com a compra da Zup Innovation), e Marcelo Cohen teve esta sacada há mais de 10 anos atrás, quando comprou a mineira 2XT de tecnologia.

Com estas aquisições, um investimento forte em tecnologia, uma liderança visionária e um modelo ágil de gestão, a Belvitur tem grandes chances de tomar a liderança da CVC nos próximos 5 anos.

Vem briga boa por aí!

valor da transação: R$ 500M
país:
Brasil
segmento:
Viagens Corporativas e Consolidação
Quando: Viagens Corporativas e Consolidação

Compartilhe esse conteúdo
Imagem padrão
Marcelo Linhares
Marcelo Linhares é um dos fundadores da Onfly, possui mais de 10 anos de experiência em marketing digital e varejo omnichannel, nos últimos 2 anos estudou o mercado de viagens e percebeu que as agências tradicionais trabalhavam da mesma forma há 20 anos, e resolveu criar a Onfly para transformar este mercado. Ele está sempre disponível no e-mail marcelo@onfly.com.br

Deixar uma resposta