Número de passageiros transportados cresce 52% no primeiro semestre de 2022

De janeiro a julho deste ano, mais de 45,6 milhões de passageiros passaram pelos aeroportos brasileiros para viagens nacionais. Para se ter uma ideia do crescimento do pessoal transportado, este número é 52% maior do que o registrado nos primeiros sete meses de 2021.

No ano passado, neste mesmo período, cerca de 30 milhões de passageiros embarcaram nos 2.463 aeroportos e aeródromos registrados pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). E, acreditem, é ainda maior na comparação com o mesmo período de 2020. Quando cerca de 25,5 milhões andaram de avião no Brasil, se aproximando cada vez mais do patamar pré-pandemia.

Ainda de acordo com a ANAC, apenas no mês de julho, mais de 7,6 milhões de passageiros voaram pelo país, configurando o melhor mês do ano para o setor, além de ser o melhor resultado para julho em três anos (2020-2022).

Na comparação com 2019, o número representa 89% do volume de passageiros transportados. Os números foram divulgados nesta terça-feira (30.08) pela

Também em julho, a demanda medida por passageiros-quilômetros pagos transportados (RPK) e a oferta por voos, aferida por assentos-quilômetros ofertados (ASK), tiveram crescimento na comparação com 2021, de 25% e 28,5%, respectivamente. Já em relação aos resultados obtidos em 2019, os indicadores registraram uma baixa retração, de 4,5% e 0,2%.

O setor aéreo é um importante meio de locomoção no país, contribuindo para impulsionar o turismo. Em 2021, um em cada dez brasileiros em viagem utilizou este modal para chegar até o próximo destino, segundo a PNAD Contínua Turismo 2020-2021 produzida a partir de uma parceria entre o Ministério do Turismo e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O modal aéreo brasileiro já vinha apresentando melhora significativa de seus indicadores, após os impactos do coronavírus. Durante todo o ano de 2021, cerca de 62,6 milhões de viajantes passaram pelos terminais domésticos. O transporte de passageiros teve um aumento de 38,3% frente aos dados consolidados um ano antes. Em 2021, o mercado doméstico foi responsável por cerca de 546 mil voos. Os dados também são da ANAC.

Passageiros em viagens corporativas

Vale ressaltar que, segundo dados da Associação Brasileira das Agências de Viagens Corporativas (Abracorp), o faturamento do mercado de viagens corporativas mais que triplicou no primeiro semestre de 2022, se comparamos com o mesmo período do ano passado. Os números apontam que, ao todo, foram contabilizados cerca de R$ 4,8 bilhões, com destaque para os serviços aéreos que chegaram na casa dos R$ 3,1 bilhões.

Essas subidas mostram que o mercado de viagens vem retomando cada vez mais o seu poder econômico.

esg
Compartilhe esse conteúdo
Time Onfly
Time Onfly

Quer entrar em contato conosco? Mande um e-mail para: marketing@onfly.com.br