Como a Omnilogic, startup mais sexy do SPV, revolucionou seu processo de viagens com a Onfly! [Case de Sucesso]

Conhece a Omnilogic? Nesse artigo, contamos como a startup mais sexy do San Pedro Valley revolucionou seu processo de viagens com a Onfly!

A Omnilogic é uma empresa de tecnologia que desenvolve engenharia cognitiva, focada no fornecimento de soluções baseadas em Inteligência Artificial para varejistas e marketplaces. O portfólio da Omnilogic inclui 3 suites de ferramentas no modelo SaaS (Software as a Service): Product Cloud, Customer Cloud e Intelligent Store.

Eles acreditam na humanização da tecnologia, fazendo com que operações digitais satisfaçam as vontades e necessidades do consumidor final por meio de interações naturais e fluidas ao interpretar contextos e buscar afinidades. Na Inteligência Cognitiva, automatizam o entendimento semântico de produtos e serviços e o comportamento de consumidores para antecipar suas intenções e engajá-los por meio de experiências únicas.

Contam com gigantes do mercado em sua base de clientes, como Magalu, AVON, Grupo Soma, CVC, Bradesco e B2W.

Em resumo, a base de boa parte do varejo online no Brasil roda em cima de alguma solução tecnológica desenvolvida pela Omnilogic.

Aqui na Onfly, estamos confiantes que a Omnilogic é forte candidata para ser uma das próximas unicórnios do nosso país, com uma liderança visionária, time de executivos de primeira linha e uma tecnologia completamente disruptiva, fruto de um investimento enorme de P&D feita pela companhia ao longo dos últimos anos.

Ademais, a Omnilogic é uma das primeiras startups do San Pedro Valley, ecossistema de empreendedorismo em Belo Horizonte, com startups como Sambatech, Take, Rock Content e Hotmart, e tem toda a admiração da Onfly!

Para a construção deste case, conversamos com a Gabriela Resende, Head de Compliance da Omnilogic, e ela nos contou um pouco sobre a evolução dos processos de viagem na empresa.

Desafios da Omnilogic com a gestão de viagens

O antigo parceiro trabalhava com e-mails e telefonemas, o que tornava o processo, de acordo com ela, “bastante moroso, caro e burocrático” e “as coisas não aconteciam de forma fluida e rápida”.

O “sistema” utilizado anteriormente não era automatizado, então as reservas de voos eram feitas através dele, mas, depois que a escolha era feita, os colaboradores precisavam enviar um email para a agência e era uma outra pessoa que finalizava a compra, o que demorava bastante tempo entre solicitação e a reserva final.

Não existia a opção de reserva de hotel dentro desse “sistema”, então utilizavam o Booking ou faziam a reserva através de telefonemas e emails com o antigo parceiro.

A prestação de contas era feita em planilhas, com vários cupons e notinhas sendo manuseados e enviados pro financeiro, de forma totalmente manual.

O que mudou desde então?

Com a Onfly, os colaboradores passaram a operar o sistema por conta própria, executando suas reservas (de passagens e hotéis) de maneira autônoma e prestando contas das viagens, dentro de uma política de viagens parametrizada. As reservas são feitas na hora, sem perda de tempo.

Gabriela também comentou que os funcionários da Onfly são muito atenciosos e solícitos no atendimento, que é feito via chat, telefone ou email, de forma bem ágil.

Qual funcionalidade da plataforma fez a maior diferença para você? E pros viajantes?

Ela nos contou que a maior diferença foi nas reservas de hotel.

O empoderamento dado aos colaboradores para fazerem todas as reservas necessárias, de forma autônoma, e a centralização do processo (reservas, aquisições e prestação de conta dos relatórios de viagens) fizeram toda a diferença no dia a dia.

Antes, o processo todo envolvia muito papel, tempo e planilhas. Agora fazem tudo de forma integrada na Onfly.

Compartilhe esse conteúdo
Imagem padrão
Isabela Antunes
Isabela é Analista de Marketing Jr. na Onfly e graduanda em Administração pela PUC Minas. Para falar com ela, é só mandar um email para isabela@onfly.com.br

Deixar uma resposta