Cartão Corporativo: O que já falamos na Onfly sobre o assunto?

Adotar formas simplificadas e seguras para descomplicar a vida dos colaboradores deve ser uma regra em qualquer negócio. Afinal, práticas mais responsivas podem alavancar a produtividade, reduzir custos e satisfazer melhor todo um sistema interno. No campo das viagens corporativas, uma das atividades que mais causam transtornos tanto para funcionários quanto para a empresa é o reembolso. Por isso, adotamos como uma solução aqui o nosso cartão corporativo Azulzinho.

Portanto, há uma série de vantagens em utilizar o cartão corporativo para gerir reembolsos na empresa, sendo a principal delas a modernização da gestão de despesas da sua empresa e, claro, ter na régua os gastos, podendo fazer melhores escolhas e gerar mais economia!

Se este é um desafio na sua empresa, elencamos a seguir as principais publicações do nosso blog que falam sobre o porquê sua empresa deve começar a olhar para este dispositivo com outros olhos. São eles:

🤝 Empresas que valorizam os colaboradores não trabalham com reembolso
Cartão corporativo: por que sua empresa precisa eliminar os reembolsos
💙Cartões corporativos: mais facilidade, menos preocupações
✔️Os cartões corporativos são seguros?
💳Conheça o cartão corporativo da Onfly

Confira um resumo delas abaixo: 

Empresas que valorizam os colaboradores não trabalham com reembolso

O processo arcaico de reembolso foi um dos motivos da fundação da Onfly, como contamos neste link, por exemplo. Afinal, acreditamos que, essa prática pode gerar uma grande bagunça financeira para o colaborador que faz viagens corporativas, pois acaba misturando as finanças pessoais com as finanças da empresa.

Explicamos nesta publicação que quando um colaborador paga uma conta, que deveria ser a empresa que deveria pagar, e depois pede reembolso, ele coloca um chapéu de “banco” e financia as operações da empresa. Por isso, estamos bem convictos,  que empresas que valorizam seus colaboradores não utilizam reembolsos, mas sim, formas mais simples para solucionar esse problema, como o cartão corporativo da Onfly, que a propósito, já cai completamente conciliado no software de gestão.

Apesar de ser uma ação usual, é importante destacar que há muitos problemas com os processos de reembolso de despesas corporativas, o que leva a uma experiência bem ruim para o colaborador e até o aumento do risco de fraudes. No caso do cartão corporativo, essa é uma mudança que traz muitos benefícios para a empresa e para os funcionários.

Cartão corporativo: por que sua empresa precisa eliminar os reembolsos

Sabemos que existe uma certa dificuldade em prever os gastos e realizar adiantamentos em viagens corporativas. Mas isso não significa que a sua empresa precisa manter os reembolsos da forma antiga, fazendo com que o colaborador pague os custos da viagem com seu próprio dinheiro para receber o reembolso posteriormente. Sua empresa ainda pode utilizar o método de reembolso, mas sem precisar usar o funcionário como linha de crédito.

Novamente, o cartão corporativo veio para inovar a forma de reembolsar valores em uma viagem a trabalho, pois o colaborador não precisa utilizar seu próprio dinheiro na viagem e nem precisa aguardar por processos demorados para receber o reembolso, como falamos anteriormente.

Com o cartão corporativo a empresa tem muito mais controle dos gastos de uma viagem, pode planejar as finanças com maior segurança e pode fazer o pagamento da fatura do cartão, ou então fazer no modelo pré-pago (que é o caso do Azulzinho), para evitar surpresas futuras.

Há muitos motivos para aderir ao cartão corporativo na sua empresa. Destacamos nesta publicação de 2021, 3 motivos para você inovar na gestão de reembolsos em sua empresa com o cartão corporativo. Entre eles:

  1. cartão corporativo torna os gastos da viagem muito mais transparentes
  2. É possível analisar os gastos mais recorrentes para reduzir custos
  3. Os gastos ficam todos centralizados em uma única fatura/conta

Para ver mais detalhes de cada ponto desta lista é só clicar aqui.

cartão corporativo

Cartões corporativos: mais facilidade, menos preocupações

Nesta altura, acredito que você já percebeu que os cartões corporativos surgiram para facilitar a vida de todo mundo. Eles funcionam como um cartão de crédito convencional, mas são vinculados à empresa. Esses cartões podem ser utilizados em diversas situações e funcionalidades, no caso das viagens corporativas, os colaboradores utilizam o cartão corporativo para pagar pelas despesas da viagem, incluindo hospedagem, transporte, alimentação, entre outros gastos.

Portanto, é muito mais fácil e simples ter o controle dos gastos dos colaboradores em viagens através do cartão corporativo.

Facilidade é quase um sinônimo para cartões corporativos. E não é para menos, eles oferecem uma gestão muito mais fácil, simples e organizada. Com todas essas elas, os cartões corporativos também eliminam preocupações para os gestores e colaboradores. Por aqui é possível ler as principais facilidades e as preocupações eliminadas ao cartões corporativos para custear as despesas de viagens.

Os cartões corporativos são seguros?

Vamos supor que seu colaborador passará 3 dias em viagem. Isso significa 3 cafés da manhã, 3 almoços e 3 jantares, além de transporte urbano. Contando que o hotel foi previamente reservado pelos gestores, um valor de R$480 pode ser disponibilizado (R$90 de alimentação + R$70 de transporte por dia). Caso precise, você pode conferir como calcular as diárias de viagem a trabalho.

Para o cartão pré-pago, basta depositar o valor previamente. Para um cartão pós-pago, pode ser feito o ajuste no limite. Tudo depende de como sua conta e acesso funcionam, além das possibilidades dos aplicativos de internet banking. Daí, cabe aos gestores informarem os valores disponibilizados ao viajante e a liberação do cartão. Ao fim da viagem e com acesso às faturas, os gestores podem conferir os gastos e locais, relacionando informações com as notas fiscais recolhidas.

Até agora, deu pra perceber que o processo da gestão é bem parecido caso não exista o uso dos cartões corporativos, né? Desde a disponibilizar valores a conferencia de cupons fiscais, o cartão não dificulta a vida dos gestores.

Muito pelo contrário.

Os cartões permitem mais um passo para conferir os gastos e ter melhor noção para definir valores com base em dados, além da chance de fraudes poderem ser mais facilmente identificadas.

Em conjunto, todas as garantias de uso da bandeira e do banco do cartão vêm junto com eles. Desde a identificação de compras suspeitas, passando pela garantia da senha e da necessidade de portar o cartão para o uso, até seguros de crédito e assistência para furtos e roubos.  Em conjunto com a segurança, destacados neste post, os cartões trazem vários outros benefícios.

Conheça o cartão corporativo da Onfly

E depois de todos esses conteúdos sobre o uso e funcionalidades de um cartão corporativo. Te apresento o nosso Azulzinho.

Nosso recém lançado cartão corporativo é uma solução que permite eliminar reembolso dos colaboradores, não só para viagens, mas para gastos administrativos, dando total autonomia para os viajantes realizarem gastos, dentro de uma política pré-aprovada, em uma jornada totalmente descentralizada e autônoma.

O Azulzinho é uma  tecnologia própria da Onfly que oferece a disponibilização de uma conta digital pré-paga para a gestão de adiantamentos e prestações de contas. O cartão possui bandeira Visa. Permitindo maior comodidade e segurança, já que a bandeira é aceita em milhares de estabelecimentos comerciais em diversos países e territórios. Além do acesso aos caixas automáticos credenciados à rede Visa/Plus espalhados por aí, inclusive no Banco24Horas. Todas as garantias de uso da bandeira e do banco do cartão vêm junto com eles.

O cartão é não nominal, ou seja, é possível passar um mesmo cartão para outro colaborador após o uso. Por isso, não há um nome na frente do cartão, o que reduz gastos com emissão de um cartão para cada funcionário. Além disso, é possível criar cartões de crédito virtuais ilimitados, para membros da equipe, em alguns poucos segundos.

Os cartões virtuais ou físicos ficam atrelados aos usuários, e é possível configurar limites para cada cartão e para cada colaborador, dando total controle e visibilidade ao gestor financeiro da empresa. Sem aquelas surpresas no fim do mês. Para saber mais leia esta publicação ou entre em contato com um de nossos especialistas, clicando abaixo. 

Compartilhe esse conteúdo
Imagem padrão
José Alberto Rodrigues

Olá! Me chamo José Alberto Rodrigues. Sou jornalista e pós graduando em Comunicação e Marketing. Aqui na Onfly sou o Analista de Conteúdo e nos últimos meses venho me dedicando a entender como funciona o mercado de viagens e como otimizar os custos de viagens das empresas . Para falar comigo, é só mandar um email para jose@onfly.com.br

Deixar uma resposta